A prevenção de perdas é parte essencial da gestão de riscos no varejo. É uma medida fundamental a ser trabalhada para evitar prejuízos às empresas. 

Mas o que é de fato a gestão de riscos? A política surgiu da necessidade de controlar o grande volume de ofertas de mercadorias de forma a evitar problemas. Quando algo dá errado, é perda financeira na certa. 

Sendo assim, você deve minimizar os riscos ao seu negócio. Para te ajudar a descobrir por onde começar e o que fazer, preparamos este artigo. Confira agora as informações para manter seu supermercado em segurança. 

Como Atua a Gestão de Riscos no Varejo? 

A gestão de riscos no varejo identifica as possíveis ameaças ao sucesso das empresas. Na sequência, ela deve estudar para conhecer profundamente os riscos. Por fim, o varejista vai implementar uma Política de Prevenção de Perdas. 

Você gestor, uma vez ciente das ameaças internas e também das ameaças externas, irá direcionar estratégias para garantir a segurança do negócio. Como deve imaginar, se antecipar ao problema previne uma sucessão de falhas que ocasionam em perdas financeiras. 

Quanto aos erros já observados, nem tudo está perdido. Você poderá sim fazer a sua empresa voltar ao crescimento, porém será mais desgastante e levará mais tempo. 

O Que Causa as Perdas? 

A ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados) realiza uma pesquisa periódica para identificar as causas e prevenir perdas no varejo. Os supermercadistas respondem ao questionário e colaboram para o melhor entendimento dos desafios do segmento. 

São consideradas as principais perdas no mercado varejista: 

1 – Quebra Operacional 

A quebra operacional consiste em produtos vencidos, danificados ou que por alguma razão não poderão ser comercializados. 

2 – Furto Externo 

Os furtos externos correspondem a pessoas que adentram a loja e subtraem produtos das prateleiras e gôndolas. 

3 – Furto Interno 

Já os furtos internos são praticados por funcionários e pessoas de confiança do supermercado. Esses indivíduos se aproveitam do relacionamento com a empresa para furtar mercadorias e outros bens. 

4 – Equívocos no Inventário 

Mais uma necessidade de uma boa gestão de riscos no varejo é coibir erros de inventário. Erros nos cálculos de mercadorias e deixar de contabilizar itens favorecem as perdas no varejo. 

5 – Administração 

Sem dúvida alguma, a administração eficiente é braço direito da gestão de riscos no varejo. Erros no setor administrativo podem ser porta de entrada para prejuízos no caixa. 

Lidar com notas fiscais e registros de mercadorias e pagamentos requer total atenção e é passível de falha humana. 

6 – Fornecedores 

Os seus fornecedores também podem ser a causa para perdas. Basta que você deposite confiança no profissional errado, por exemplo. 

Fraudes não são raras, e o seu negócio pode se deparar com uma crise. Além disso, parceiros que não cumprem prazos de entrega ou erram os pedidos oferecem dor de cabeça ao varejista. 

Evite situações de risco através de uma seleção criteriosa de fornecedores. Também cabe à sua empresa deixar claro as suas necessidades antes de assinar um contrato. 

7 – Erros Não Identificados 

Erros diversos e sem diagnóstico podem atravessar o seu caminho no dia a dia. Uma maneira de minimizá-los é investir na gestão de riscos no varejo. 

Gestão de Riscos no E-commerce 

Engana-se quem pensa que as lojas virtuais estão longe das ameaças. Esse desconhecimento, inclusive, as torna mais vulneráveis. 

Falhas de logística afetam negativamente a qualidade dos serviços da empresa e geram perdas. Ataques ao site minam a segurança do negócio e dos seus clientes. 

Portanto, você supermercadista que possui tanto pontos de venda quanto e-commerce deve se antecipar aos riscos. 

Como Solucionar o Problema? 

Faça uso de ferramentas amigas do gerenciamento eficaz. Utilize o que está disponível no mercado para uma gestão de riscos no varejo profissional e assertiva. 

Um bom exemplo é a automação de processos. Você consegue reunir em um só sistema registros, dados da empresa e inventário, o que previne desvios e furtos de produtos. 

Essa possibilidade de ter as informações mais importantes com fácil acesso por toda a equipe responsável evita erros. O setor responsável pelo controle de estoque fará um trabalho muito mais eficiente com o apoio eletrônico. 

Conheça o ERP para Supermercado da Intersolid. Você terá todos os recursos necessários para prevenção de perdas e gestão de riscos no varejo. 

O software de gestão de supermercado foi desenvolvido especialmente para o segmento, o que te trará, ainda, muitos outros benefícios. 

Pronto para implementar as mudanças e garantir uma gestão de riscos no varejo para o sucesso do seu supermercado?

 

Unidade São Paulo - SP
(11) 3181.5480
R. Dr.Guilherme Bannitz, 126
8º andar conj. 81 CV.9476
Bairro: Itaim Bibi
Ver mapaSuporte Técnico 0800Net
Unidade Guararapes - SP
(18) 3637.5480
Plantão E.R.P. (18) 9 9723 .6112
Av. Alberto Braga, 383
Bairro: Continental
Ver mapa

Solicite uma demonstração

A Intersolid E.R.P., a Intersolid Software está presente hoje em mais de 450 lojas, e possui cerca de 6.000 usuários.
Solicite uma Demonstração
Aceitamos